Pesquisar

Mostrando postagens com marcador celebridades. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador celebridades. Mostrar todas as postagens

►Você reconheceria essas celebridades quando elas eram bebês?◄

|||

 


fonte: edihitt 

Aos 72, morre Carlos Alberto Torres, o maior dos capitães do futebol brasileiro









.:. http://buscaspopulares.blogspot.com.br/

...Aos 72, morre Carlos Alberto Torres, o maior dos capitães do futebol brasileiro


Habilidoso, 
líder nato, 
lateral-direito,
depois zagueiro, 
o Capita, 
como era carinhosamente chamado, 
levantou a taça do tricampeonato de 1970 pela Seleção

A braçadeira de capitão sempre lhe caiu bem. Porte esguio, olhar penetrante, personalidade marcante. Não tinha jogador que não ouvisse com atenção suas observações, seus conselhos ou, na pior das hipóteses, suas broncas. Nem Pelé escapava, e foram  muitas as vezes em que precisou até baixar a cabeça. E foi esse grande capitão que o futebol brasileiro e o mundo perderam nesta terça-feira, aos 72 anos. Morreu na manhã desta terça-feira, no Rio de Janeiro, vítima de enfarte fulminante, Carlos Alberto Torres, atualmente comentarista do SporTV. Nome e sobrenome de craque. O homem do tricampeonato mundial em 1970, que beijou e levantou a Taça Jules Rimet. O pai de Andrea e de Alexandre Torres, zagueiro que atuou no Fluminense e no Vasco.
Casado três vezes - uma das esposas foi a atriz Terezinha Sodré -, o capitão do tri, que também foi vereador no Rio, de 1989 a 1993, pelo PDT, estava em casa quando passou mal, na Barra da Tijuca. Ainda foi levado para o Hospital Riomar, mas as tentativas de reanimá-lo foram em vão. O detalhe é que Carlos Alberto tinha um irmão gêmeo, Carlos Roberto, falecido há um mês.



Nascido a 17 de julho de 1944, carioca do bairro da Vila da Penha, Carlos Alberto, seja como lateral-direito, onde começou na base do Fluminense, seja como zagueiro, sempre desfilou pelos gramados uma classe com a bola nos pés em que não ficava para trás nem para um astro do nível de Franz Beckenbauer. Santos, Botafogo, Flamengo e New York Cosmos tiveram em campo a sua classe. Era reverenciado no mundo todo pelo seu passado. Depois, como treinador, o Capita, como era carinhosamente chamado, teve como pontos altos a conquista do Campeonato Brasileiro de 1983, pelo Flamengo, da Copa Conmebol, em 1993, pelo Botafogo, e do Campeonato Carioca de 1984, pelo Fluminense.
No tour da Taça Fifa antes da Copa de 2014, realizada no Brasil, Carlos Alberto Torres repetiu o beijo que dera na Jules Rimet em 1970. Capitão ganhou títulos como jogador e técnico (Foto: Gaspar Nobrega / Inovafoto Divulgação)



Como jogador, Carlos Alberto conquistou uma penca de títulos. No Fluminense, clube de coração, onde começou a carreira, ganhou o Carioca em 1964, quando estourou, e depois, no seu retorno, os de 1975 e 1976, com a famosa Máquina montada pelo presidente eterno Francisco Horta. No Santos de Pelé, onde chegou em 1965, ainda garoto, e viveu o auge, atuando ao lado de craques como o próprio Rei do Futebol, Edu e Clodoaldo, companheiros de tricampeonato mundial, levou a Taça Brasil em 1965 e 1968, o Torneio Rio-São Paulo em 1966, a Recopa Sul-Americana em 1968 e muitos campeonatos paulistas - 1965, 1967, 1968, 1969 e 1973.


Em sua breve passagem pelo Botafogo em 1971, emprestado pelo Santos, Carlos Alberto Torres não conquistou títulos mas teve também presença marcante, atuando ao lado de craques como Jairzinho, Paulo Cezar Caju e outros. Depois, voltou ao Peixe, ainda no mesmo ano, onde ficou até 1974. Retornou então ao Fluminense, onde viveu outro grande momento em sua carreira, com a Máquina de Rivellino, Paulo Cezar, Pintinho, Doval & Cia.



Saiu da Máquina em 1977 para atuar no Flamengo de Zico, onde também passou em branco mas viu começar ali aquela que seria a maior equipe rubro-negra da história. Depois, reviu Zico, Junior, Leandro e Adílio quando os comandou na conquista do Brasileiro de 1983.
O pouco tempo no Flamengo como jogador teve explicação. O New York Cosmos o queria. Já como zagueiro, Carlos Alberto foi para a equipe americana recém-montada para atuar com supercraques. O Cosmos ficou conhecido por reunir uma verdadeira seleção mundial, de Pelé a Franz Beckenbauer. E o Capita, por lá, foi campeão por quatro temporadas - 1977, 1978, 1980 e 1982. Levantar taça era com ele mesmo.
E quando, no estádio Azteca, levantou a Jules Rimet, a maior que conquistou, no tricampeonato de 1970, no México, Carlos Alberto eternizou não só o gesto, mas também uma geração fora de série. Zagallo sempre dizia que fora de campo era o comandante, mas, no gramado, era o seu capitão o porta-voz. O gol marcado pelo lateral-direito, o último na goleada por 4 a 1 sobre a Itália na grande final, sintetizou o que o então camisa 4 e toda aquela Seleção tinham de melhor. A jogada, que iniciou da intermediária com série de dribles de Clodoaldo, foi de pé em pé até Pelé dar um simples toque para o lateral, que vinha de trás. A bola ainda deu uma pequena subida antes de o jogador desferir o potente chute que estufou a rede. 

Carlos Alberto era um jogador moderno para o seu tempo. Tinha forte poder de marcação, a ponto de poder ter atuado, já como veterano, na zaga. Era também dono de uma rara habilidade e contava com fôlego e capacidade para subir ao ataque como elemento surpresa. 
Liderança como jogador e técnico
Sua história na Seleção começou em 30 de maio de 1964, contra a Inglaterra, no Maracanã, na goleada por 5 a 1. Foram 69 partidas com a camisa verde-amarela e nove gols marcados. Um número considerável para um lateral-direito. Na Seleção sentiu-se à vontade como nos clubes para exercer uma liderança dentro e fora de campo, principalmente no tricampeonato mundial de 1970, ao lado de Pelé e Gerson.
Como jogador, Carlos Alberto Torres ainda teve uma breve passagem pelo California Surf, até retornar ao Cosmos e encerrar a carreira em 1982. Não demorou muito, no entanto, para o Capitão voltar a frequentar o mundo do futebol, mas como treinador. Numa decisão ousada na época, o Flamengo, em crise na tabela do Brasileirão, convidou Carlos Alberto para ser o técnico. O time tinha sido campeão em 1982, mas passava por mau momento naquele período. O Capita assumiu a equipe e a levou a uma reação na tabela rumo ao tricampeonato brasileiro, na final sobre o Santos, vencida por 3 a 0, num Maracanã com mais de 150 mil pessoas.
Ali era o começo de uma carreira como treinador com altos e baixos. Sim, Carlos Alberto não foi como técnico tão brilhante como era no gramado com a bola nos pés. Mas teve momentos importantes. No Botafogo, comandou uma equipe limitada tecnicamente rumo à conquista de uma competição internacional, a Copa Conmebol, conquistada em 1993. A final foi contra o Peñarol. Depois do 1 a 1 em Montevidéu, os dois times voltaram a empatar, mas por 2 a 2, no Maracanã. A disputa foi para os pênaltis, com vitória alvinegra por 3 a 1. Tanto ao lado de craques consagrados como comandando jogadores jovens e desconhecidos, com ou sem braçadeira, o Capita tinha liderança e estrela. 





.:.





...
            Weheartit logo square Пост!


 ...

...
Subscribe to RSS headline updates from: Subscribe to Buscas Populares by Email


parcerias:
banner 
120x60

nosso  
  banner:

 

Corpo de Domingos Montagner é encontrado; ator morre aos 54 anos.../ O ator morreu interpretando o protagonista de "Velho Chico", o agricultor "Santo".










































Domingos Montagner morreu  após se afogar no rio 
Foto: Estevam Avellar/TV Globo


Corpo de Domingos Montagner é encontrado; ator morre aos 54 anos...



...O ator morreu interpretando o protagonista de "Velho Chico", o agricultor "Santo".
O Corpo de Bombeiros de Sergipe acaba de confirmar a morte de Domingos Montagner. 
Reginaldo Dória, comandante que operava buscas no local informou ao EXTRA que o corpo do ator foi encontrado sem vida

Ele estava preso às pedrasem Canindé de São Franciscona divisa dos estados de Alagoas e Sergipe, após afogamento no Rio São Francisco.

Depois de gravar cenas da 
reta final da novela 
"Velho Chico", 
o ator aproveitou 
a folga junto com a 
colega de elenco Camila Pitanga
seu par romântico
para dar um mergulho no rio

A correnteza levou o artista, que 
desapareceu nas águas por volta 
das 14h30. 
Segundo informações do coronel Fábio Fonseca Rolemberg, 
Camila se desesperou, 
gritando pelo nome do amigo.

— Ele estava tomando banho de rio com a 
atriz Camila Pitanga quando a correnteza o levou — disse o militar. 
A equipe ficou em estado de choque 
e todas as gravações 
foram canceladas na hora.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, 
o corpo de Domingos Montagner 
estava a 18 metros de profundidade 
e
 a 320 metros 
do local 
onde o ator foi visto pela última vez. 

Ele estava preso entre duas pedras

O corpo foi retirado da água e aguarda a chegada do IML.

O ator, de 54 anos
deixa 
a mulher, 
a atriz e produtora Luciana Lima, 
e três filhos: Leo, 11 anos, Antônio, 7, e Dante, 4.









Domingos com a mulher, 
Luciana, na festa 
de lançamento da novela 
"Sete Vidas" 
Foto: Marcos Ramos / Agência O Globo

Camila Pitanga já havia encerrado o seu depoimento e estava no hotel junto com todo o elenco quando a morte do ator foi confirmada. 
Segundo o recepcionista Adriano, 
o clima era de tristeza
apreensão no local. 
"Todos estão muito abalados, chorando", comentou.

Ele comentou ainda que Domingos Montagner chegou ao local, na cidade de Canindé de São Francisco, 
em Sergipe, nesta quarta, 
e retornaria ao Rio na sexta. 
Nesta manhã, 
ele fez uma caminhada 
pelo hotel antes das gravações.








Camila Pitanga e Domingos Montagner, 
protagonistas de
 "Velho Chico" Foto: Rede Globo/Divulgação

Carreira iniciada no circo e no teatro

Antes de se tornar 
um dos atores mais disputados da 
TV Globo
Domingos Montagner 
teve o picadeiro como o seu principal palco. 
Foi no Circo Escola Picadeiro e 
no curso de interpretação 
Myriam Muniz, em São Paulo, 
que o intéprete do "Santo "
da novela "Velho Chico
desenvolveu sua veia artística
nos anos 1980, se tornando ator, artista circense e palhaço
As técnicas da arte de popular, das apresentações de rua, foram as mais exploradas até chegar à TV, em 2008, no seriado "Mothern", do GNT.
Nascido em 26 de fevereiro de 1962, em São Paulo, Domingos, 
criador do 
grupo circense "La Mínima", 
estreou na TV Globo em 2010 nas séries "Força tarefa
e "A cura"
No ano seguinte, emplacou outro trabalho na emissora, dessa vez fazendo par romântico com Lilia Cabral na série "Divã". Com a primeira novela, "Cordel encantado" (2011), a popularidade do artista ganhou proporção nacional. Pela sua atuação como o Capitão Herculano, ganhou o Prêmio Extra na categoria Ator Revelação. O sucesso na trama de Duca Rachid e Thelma Guedes fez com que ele fosse escalado para protagonizar a minissérie "Brado Retumbante", de Euclydes Marinho, em 2012.



Domingos Montgner e 
Débora Bloch 
na "Sete vidas" 
Foto: João Miguel Júnior / 
Agência O Globo

Mais novelas cruzariam o caminho de Domingos. Em 2012, o ator atuou em "Salve Jorge", de Gloria Perez
No ano seguinte, o artista fez um dos principais personagens da novela "Joia rara", 
voltando a trabalhar com as autoras 
Duca Rachid e Thelma Guedes. 
Em 2015, protagonizou "Sete vidas", de Lícia Manzo. 

O ator morreu interpretando o protagonista de "Velho Chico", o agricultor "Santo".

Estréia no cinema foi em 2012

Domingos 
fez a sua estreia 
na sétima arte em 2012. 
O primeiro filme do ator foi "Gonzaga - de pai pra filho", em uma participação especial. 
"De onde eu te vejo", de 2016, é outro longa-metragem na carreira do artista

Atualmente, está em cartaz nos cinemas com 
"Um namorado para minha mulher", 
em que contracena com 
Ingrid Guimarães.

Rede Globo envia comunicado:

​O ator Domingos Montagner, 54 anos, que desapareceu na tarde desta quinta-feira, dia 15, enquanto nadava no rio São Francisco, no município de Canindé do São Francisco, em Sergipe, foi encontrado morto perto da usina de Xingó, preso nas pedras, a cerca de 30 metros de profundidade. 

"Hoje", 
...(15/09/2016)...,
...o ator Domingos Montagner 
gravou cenas de Velho Chico 
na parte da manhã e, 
depois de gravar e de almoçar, 
foi tomar um banho de rio. 
Durante o mergulho
o ator não voltou à superfície

A atriz 
Camila Pitanga
que estava no local,
avisou à produção, 
que iniciou imediatamente as buscas
com a ajuda de 
helicópteros do Grupamento Tático Aéreo, 
Polícia Militar, 
Corpo de Bombeiros 
pescadores da região.



Um dos grandes atores da atualidade e intérprete do personagem Santo na novelaVelho Chico’, Domingos nasceu em São Paulo. 
Antes de se tornar conhecido nacionalmente por meio de personagens marcantes de novelas e minisséries, trilhou uma bem-sucedida carreira no teatro e no circo, sua grande paixão
Formado pelo Circo Escola Picadeiro
criou em 1997
ao lado do diretor Fernando Sampaio, 
o La Mínima. 
Com 12 espetáculos
o grupo obteve grande destaque em 2008 
com a montagem 
A Noite dos Palhaços Mudos’,
que rendeu a 
Domingos 
Prêmio Shell de Melhor Ator. 
Em 2003, em mais uma parceria 
com Sampaio, criou o 
Circo Zanni
do qual era diretor artístico. 


A estreia na TV foi no seriado ‘Mothern’, no GNT, em 2008. A participação especial como o personagem João abriu as portas da televisão para Domingos que, em pouco tempo, se tornou um dos atores mais queridos e elogiados do país. 
Em 2010, ele participou do seriado ‘Força Tarefa’, 
de Marçal Aquino e Fernando Bonassi, 
e da série ‘A Cura’, de João Emanuel Carneiro. 
Com o sedutor Carlos, da série ‘Divã’, em 2011
chamou definitivamente a atenção do público, que voltou a aplaudi-lo no mesmo ano, quando viveu o Capitão Herculano Araújo na novela ‘Cordel Encantado’, de Thelma Guedes e Duca Rachid. Pelo papel, recebeu os prêmios Contigo
Melhores do Ano (Domingão do Faustão)
ambos na 
categoria 
Ator Revelação. 



Em 2012, ele interpretou seu primeiro protagonista, Paulo Alberto Ventura, presidente do Brasil no enredo da minissérie ‘O Brado Retumbante’, de Euclydes Marinho. Mais um personagem marcante, pelo qual recebeu o prêmio Contigo na categoria de Melhor Ator de Série/Minissérie. No mesmo ano, atuou em ‘Salve Jorge’, de Glória Perez, como Zyah. O sucesso na TV o levou ao cinema em 2012, com uma participação especial no longa-metragem ‘Gonzaga – de Pai Pra Filho’, de Breno Silveira.



Em 2013, voltou a viver um personagem criado pelas autoras Thelma Guedes e Duca Rachid, o revolucionário Raimundo Fonseca (Mundo) da novela ‘Joia Rara’. Em 2015, interpretou Miguel, o protagonista de ‘Sete Vidas’, de Lícia Manzo, e deu vida ao icônico delegado Espinosa, criado pelo escritor carioca Luiz Alfredo Garcia-Roza e adaptado para a televisão na série ‘Romance Policial – Espinosa’, do GNT. Ainda no ano passado, o ator participou dos longas-metragens ‘Vidas Partidas’ (Marcos Schechtman), ‘De Onde te Vejo’ (Luiz Villaça) e ‘O Outro Lado do Vento’ (Walter Lima Jr). No final de agosto, o ator lançou ainda a comédia ‘Um Namorado para Minha Mulher’, de Julia Rezende



Domingos deixa a mulher, Luciana Lima, e três filhos.


fonte: extra.globo
















Camila Pitanga sobre Domingos Montagner: "Cumplicidade sincera"


Par romântico com cenas quentes em 'Velho Chico', 

os atores falam da amizade que estão construindo

 na vida real, da criação dos filhos e de ciúmes.




|










Camila Pitanga e Domingos Montagner (Foto: Caua Franco/TV Globo)

Camila Pitanga e Domingos Montagner, a Tereza e o Santo de Velho Chico, falam da amizade que vêm construindo na vida real em entrevista exclusiva à QUEM, conversam sobre a química entre seus personagens e contam como o namorado dela, o ator Igor Angelkorte, e a mulher dele, Luciana Lima, encaram as cenas mais quentes.
"Estamos estabelecendo uma relação de amizade e cumplicidade sincera. Temos valores parecidos", diz Camila. Nós dois somos muito exigentes com a coerência dos personagens", afirma Domingos
.
Camila Pitanga e Domingos 


 |

































































































fonte:revistaquem.globo.com/QUEM


 ...

...
Subscribe to RSS headline updates from: Subscribe to Buscas Populares by Email


parcerias:
banner 
120x60

nosso  
  banner:

 

Seguir por e-mail

Recent Articles

Arquivo

contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

marcadores

Translate

estatísticas

início▼

Recent News

dicas

back to top
||Пост!