Pesquisar

Mostrando postagens com marcador informática. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador informática. Mostrar todas as postagens

Moto G6 vs Galaxy J7 Duo: comparativo traz ficha técnica de celulares



Moto G6 vs Galaxy J7 Duo: comparativo traz ficha técnica de celulares

Câmera dupla 
marca presença em 
smartphones intermediários. 

Diferença de preço é de R$ 100.








O Moto G6 e o Galaxy J7 Duo 
disputam a 
preferência de usuários 
que procuram celulares 
com bom desempenho 
sem gastar muito. 

Com preços competitivos 
e fichas técnicas semelhantes
os dois smartphones 
se destacam pela 
câmera traseira
mas trazem diferenças 
quando se trata da 
tela com bordas finas.

O telefone da Motorola é encontrado por R$ 1.299, enquanto o da Samsung é visto por R$ 1.199. 

Confira o comparativo a seguir e conheça as semelhanças e diferenças entre os lançamentos de 2018.


Moto G6: conheça a ficha técnica e preço dos modelos no Brasil



Design e construção

O Moto G6 traz características de smartphones premium, como o corpo mais alongado
A traseira é reflexiva
no entanto, fazendo com que 
as marcas de dedo sejam constantes nesse material. 

O celular é encontrado apenas na cor índigo, uma espécie de azul escuro.

Em contrapartida, o Galaxy J7 Duo
segue 
o design tradicional da Samsung
com botões e leitor de impressões digitais 
na parte frontal
O smartphone é vendido na cor preta e dourada.



Galaxy J7 Duo segue design tradicional da Samsung 
(Foto: Divulgação/Motorola)



Tela

Um dos destaques no lançamento, 
o Moto G6 
traz tela de 5,7 polegadas 
em proporção 18:9. 
A resolução é Full HD+ (2160 x 1080 pixels), 
com densidade de 424 pixels por polegada (ppi), 
capaz de entregar imagens com boa definição.

Ao contrário, o Galaxy J7 Duo 
segue o formato 16:9 e tem 5,5 polegadas 
com resolução HD (1280 x 720 pixels). 
Ele não deve impressionar em vídeos 
pois tem densidade de apenas 267 ppi. 
A tecnologia do display é a Super AMOLED, 
conhecida por exibir imagens com cores vibrantes.

Moto G6 tem display de 5,7 polegadas 
(Foto: Thássius Veloso / TechTudo) 




Câmera

Ambos contam com 
câmera traseira dupla 
e são capazes de 
tirar fotos no modo retrato – também conhecido como efeito bokeh

Dessa forma, é possível produzir imagens 
com o fundo desfocando, 
priorizando o objeto principal.

No Moto G6
os sensores contam com resolução de 12 e 5 megapixels e 
aberturas de f/1.8 e f/2.2, 
enquanto o Galaxy J7 Duo 
traz câmeras de 13 MP e 5 MP 
com abertura de f/1.9 em ambas.

Para selfies, os dois celulares têm sensor de 8 MP.

Na prática
os dois celulares 
podem capturar fotos de boa qualidade, 
mesmo em ambientes de baixa iluminação.

Galaxy J7 Duo tem câmera traseira dupla (Foto: Divulgação/Samsung)


Processador, 
memória RAM 

armazenamento

Tanto o Moto G6 quanto o Galaxy J7 Duo contam com especificações modestas, 
mas que prometem entregar desempenho razoável nas tarefas diárias. 
A memória RAM de 3 GB 
é a mesma para ambos, 
mas os processadores 
são diferentes
enquanto o celular da Motorola traz 
o Snapdragon 450, da Qualcomm
com 8 núcleos rodando a 1,8 GHz
a Samsung opta por 
chip de fabricação própria 
com 8 núcleos e velocidade 
de até 1,6 GHz.

O armazenamento é outro ponto incomum entre ambos. 

A Motorola disponibiliza duas variantes do Moto G6, 
de 32 GB e 64 GB. 
Já o Galaxy J2 Duo tem apenas uma única opção, 
de 32 GB. 
Ambos suportam cartão de memória microSD.

Moto G6 sai de fábrica 
com o processador Snapdragon 450, 
octa-core de até 1,8 GHz de velocidade (Foto: Thássius Veloso/TechTudo) 




Bateria

A capacidade de bateria é igual nos dois celulares: 3.000 mAh. 

De acordo com a Samsung, o Galaxy J7 Duo 
rende até 13 horas de uso direto com a internet 4G ligada, 
enquanto a Motorola promete um dia inteiro longe da tomada. 
O Moto G6 também conta com o 
carregador TurboPower
que traz oito horas de carga em apenas 15 minutos 
na tomada, segundo a fabricante.

Versão do Android

A Motorola é conhecida por lançar celulares com poucas alterações na interface do Android
o que, na teoria, 
pode garantir melhor desempenho. 

O Moto G6 
sai de fábrica com a versão mais recente do sistema operacional do Google, 
o Android O
e já tem atualização confirmada para o Android P.


Ao contrário da rival, a 
Samsung 
é conhecida por personalizar o sistema operacional, com a interface conhecida como Samsung Experience. O celular também vem com Android O de fábrica, 
mas ainda não existem informações sobre futuras atualizações.


Galaxy J7 Duo tem versão do Android Oreo customizada pela Samsung (Foto: Divulgação / Samsung)


Recursos extras

Ambos os telefones contam com 
leitor de impressões digitais
suportam dois chips 

– nos celulares da Samsung
a tecnologia é conhecida como Duos

O Moto G6 traz recursos conhecidos da Motorola
como o Moto Tela
quer permite ver notificações mesmo com a tela desligada.

O Galaxy J7 Duo se destaca pelo 
reconhecimento facial
o Dual Messenger
ferramenta capaz de duplicar mensageiros, 
como WhatsApp e Telegram
rodar duas contas no mesmo smartphone 
ao mesmo tempo.

Preço

Vendido no site da Motorola por R$ 1.299, o Moto G6 pode ser encontrado por cerca de R$ 960 em lojas virtuais

O Galaxy J7 Duo é vendido por aproximadamente R$ 1.079 no comércio eletrônico, 
contra R$ 1.199 na loja oficial da Samsung.

Ficha técnica Moto G6 e Galaxy J7 Duo
Ficha técnica Moto G6 e Galaxy J7 Duo
EspecificaçõesMoto G6Galaxy J7 Duo
LançamentoAbril de 2018Maio de 2018
PreçoR$ 1.299R$ 1.199
Sistema operacionalAndroid 8 OreoAndroid 8 Oreo
Tela5,7 polegadas5,5 polegadas
Resolução de telaFull HD+ (2160 x 1080 pixels)HD (1280 x 720 pixels)
ProcessadorSnapdragon 450 (octa-core de 1,8 GHz)octa-core de 1,6 GHz
Memória RAM3 GB3 GB
Armazenamento32 GB32 GB
microSDSim, até 128 GBSim, até 256 GB
Câmera traseiraDupla de 12 MPDupla de 13 MP
Câmera frontal8 MP8 MP
Bateria3.000 mAh (com TurboPower)3.000 mAh
Dimensões e peso153,7 x 72,3 x 8,3 mm; 162,5 g153,5 mm x 77,2 mm x 8,2 mm; 174 g
CoresÍndigoPreto e dourado
Fonte: Motorola e Samsung




SAIBA MAIS
O que muda no Galaxy A6 Plus: saiba diferenças em relação ao Galaxy A5 (2017)








fonte:  techtudo 

Wi-Fi grátis: como usar uma rede pública com segurança...confira em : buscas populares









.:. http://buscaspopulares.blogspot.com.br/




Wi-Fi grátis: como usar uma rede pública com segurança


As redes sem fio se tornaram indispensáveis 
para os internautas e estão distribuídas em 
vários lugares, como 
hotéis, 
shoppings, 
cafeterias, 
aeroportos 

até dentro de aviões 
com a famosa placa 
"Wi-Fi Grátis". 

Desfrutar da comodidade de uma rede de Internet pública pode ser ótimo, desde que não traga riscos a sua privacidade ou mesmo para o seu computador ou celular. Em um ponto de acesso público, qualquer pessoa pode acessar a rede e usar a Internet, sem senhas ou mesmo formulários complexos. Dessa forma, seus dados podem estar desprotegidos, correndo o risco de serem interceptados por alguém.
Confira algumas dicas para se proteger enquanto utiliza um Wi-Fi público (Foto: Pond5)

Para não cair em ciladas em uma rede de Wi-Fi grátis e economizar o seu 3G/4G, veja algumas dicas:
1. Fique atento ao cadeado na barra de 

navegação
Para comprovar a identidade verdadeira de uma página, muitas possuem certificados de segurança. Se o site for mesmo real, o browser exibirá um ícone de cadeado verde na barra de navegação. Antes de sair digitando sua senha, confirme se a página que está acessando é verdadeira: clique no cadeado verde. Redes públicas podem ter sido infectadas com o famoso vírus do roteador e levá-lo a acessar sites errados, promovendo golpes de todos os tipos com seus dados e que você não vai perceber.
Cadeado, https e cor verde são indicativos de segurança em conexão (foto: Reprodução/João Kurtz)


2. Instale um "app" de VPN 
A maneira mais eficaz de se proteger de Wi-Fi público é utilizando um aplicativo de VPN, sigla em inglês para “Rede Virtual Privada”. O dispositivo se conecta a um servidor e cria uma rede especial para “mascarar” as credenciais do usuário. Além disso, com VPNs é possível acessar sites que são restritos, uma vez que todas as informações trafegadas serão criptografadas.
Kits e Listas: Aplicativos de VPN para usar no celular (alguns tem versão PC e Mac)
VPNs servem para estabelecer conexões mais seguras entre dispositivos que usam a Internet (Foto: Zíngara Lofrano/TechTudo)
3. Cuidado com 

o que você 

acessa 
Ao usar uma rede doméstica (a rede da sua casa), seu computador provavelmente estará protegido por um firewall e uma senha da rede. Isso impede intrusos de acessarem dados da sua máquina.
Como ver a senha do roteador Wi-Fi no PC? 



Mas, e quando você está usando uma rede pública? Todos os gadgets ficam conectados juntos e seu endereço IP fica vulnerável. Ou seja, uma pessoa mal intencionada pode utiliza-lo para interceptar as informações do seu software e ver o que você está fazendo, como acessar sua conta bancária, por exemplo.
Para fugir de criminosos cibernéticos, o ideal é limitar-se ao uso de sites que não vão te deixar exposto. Nunca acesse informações confidenciais, como número de cartão de crédito, e banco online. Espere para fazer isso em um ambiente seguro e controlado. 
4. Use o recurso de verificação em duas 

etapas
Para evitar roubos de contas, ative o recurso de verificação em duas etapas em suas redes sociais, sites que usam logins e serviços de e-mail. Com esse procedimento, além de informar o nome de usuário e senha, é preciso utilizar informações adicionais, como códigos enviadas para dispositivos móveis e celular por SMS ou geradores de acesso pelo aplicativo, como no Facebook
Verificação em duas etapas leva mais segurança para seu acesso (Foto: Divulgação\Facebook)

Ao acrescentar mais um nível de segurança ao seu gadget, o acesso fica sujeito a um segundo procedimento atrelado a uma série de informações que só você tem ou pode ter acesso no seu celular. Se ainda têm dúvidas sobre esse recurso, entenda porque fazer a verificação em dois fatores. 
5. Nunca deixe seu dispositivo sem 

supervisão
Quando estiver acessando contas pessoais em um computador ou dispositivo móvel, fique atento para que ninguém copie ou mexa nos seus dados, não deixe nada "logado". Caso tenha que se afastar, encerre o login em todas as contas importantes abertas e feche os programas abertos.
Nunca se afaste da máquina quando estiver conectado em sites importantes (Foto: Divulgação/Preevio)




6. Desative

recurso de 

compartilhamento 

de arquivos 
O compartilhamento de arquivos é uma forma simples de enviar arquivos para um outro "gadget " pela mesma rede de Internet. Ao mesmo tempo, se estiver usando uma rede sem fio pública, pode acabar ficando vulnerável com esse recurso. Descubra se o seu computador tem pastas compartilhadas.

Desative o compartilhamento de arquivos pelo Wi-Fi (Foto: Paulo Alves/TechTudo )
Sempre desative o compartilhamento de arquivos quando estiver usando um ponto de acesso público e tente diminuir a quantidade de dados pessoais salvos em seu computador ou smartphone. É possível desativar o compartilhamento de arquivos através do menu de configurações de rede do seu sistema operacional seja ele WindowsMac OS X ou mesmo Linux.


saiba mais


fonte:  techtudo 
.:.



.:.

 ...

...
Subscribe to RSS headline updates from: Subscribe to Buscas Populares by Email




Seguir por e-mail

Recent Articles

Arquivo

contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

marcadores

Translate

estatísticas

início▼

Recent News

dicas

back to top
||Пост!