Pesquisar

Mostrando postagens com marcador notícias. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador notícias. Mostrar todas as postagens

Entenda como funciona a Previdência e as regras que estão em jogo

|||


Entenda como funciona a Previdência e as regras que estão em jogo

Idade mínima, regra de transição e fator previdenciário; veja o significado dos termos mais discutidos e o que está em xeque para uma reforma.



    

O governo pode entregar ao Congresso, nesta próxima semana, sua proposta para a reforma da Previdência. O que se sabe até o momento, pelo que foi divulgado na última quinta-feira (14), 
é que a
idade mínima deverá ficar em 62 anos para mulheres 

65 para homens
ao final de um período de transição de 12 anos; e que pode ser implantado um modelo de capitalização, no qual cada trabalhador será responsável por formar sua própria aposentadoria.

No caso dos militares, que não fazem parte dos regimes de Previdência dos trabalhadores públicos e privados, o secretário da Previdência, Rogério Marinho, já afirmou que o presidente Jair Bolsonaro quer que a reforma seja para "todos os segmentos" – mas o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmo que a "ideia do segmento militar" é deixar para um outro momento as mudanças nas aposentadorias de militares.

O que é a Previdência?

A Previdência é o sistema que garante o pagamento de aposentadorias e outros benefícios aos cidadãos que participam de seu sistema. No modelo atual em vigor no país, é uma espécie de "seguro", no qual o trabalhador que está na ativa banca o sustento daquele que está aposentado ou foi afastado de suas funções.

Entenda o modelo de capitalização da Previdência

Ela garante uma renda mensal ao segurado que precisa parar de trabalhar por um tempo determinado (seja por doença, gravidez ou acidente) ou pelo resto da vida, como no caso da aposentadoria.

Para a Previdência funcionar bem, é preciso haver um certo equilíbrio entre a soma de todas as contribuições e o total pago aos beneficiários. No entanto, a Previdência tem arrecadado menos do que ela precisa gastar. O governo cobre essa diferença, que é chamada de déficit.

Como o déficit da Previdência tende a crescer cada vez mais devido ao envelhecimento da população (mais "bocas" para sustentar e menos "braços" para colaborar), discute-se a necessidade de uma reforma para mudar suas regras e, assim, tentar equilibrar as contas novamente. O governo pretende, com a reforma, economizar R$ 1 trilhão em dez anos.





Conheça as diferentes formas de acesso à aposentadoria. — Foto: Karina Almeida/G1



Mas não é nada simples mexer nas regras da Previdência, já que muitas delas estão previstas na Constituição. Qualquer mudança precisa ser aprovada em dois turnos pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal, com 3/5 dos votos.

Outro entrave é que a Previdência tem regimes separados, com regras muito distintas. Enquanto os trabalhadores do setor privado contribuem para o INSS, os servidores públicos da União e dos Estados têm seu próprio regime, assim como os militares.

Em 2016, o governo do então presidente Michel Temer enviou ao Congresso uma proposta de reforma que previa a criação de uma idade mínima e mudava as regras para servidores, trabalhadores rurais e mulheres. Mas ela não chegou a ser votada.

Entenda abaixo os principais termos que envolvem o debate sobre a Previdência:

GLOSSÁRIO DA PREVIDÊNCIA

Regras atuais

Aposentadoria por idade: Pela regra atual, exige o 
tempo mínimo de 15 anos de contribuição, além de 60 anos de idade para as mulheres e 65 para os homens, no caso da aposentadoria urbana. 
Para trabalhadores rurais e portadores de deficiência
as idades são de 60 para homens e 55 para mulheres.

Aposentadoria por tempo de contribuição

Hoje, homens e mulheres que tenham atingido o tempo mínimo de contribuição (35 anos para eles e 30 para elas) podem se aposentar em qualquer idade, sem precisar alcançar a pontuação 86/96 (leia abaixo). Mas, neste caso, o valor da aposentadoria é reduzido pelo fator previdenciário (leia abaixo como funciona).

Aposentadoria rural: São regras próprias criadas para os trabalhadores do campo, mais amenas que o urbano. 
O trabalhador rural tem o direito de se aposentar aos 55 anos (para mulheres) e 60 (para homens), 
sem precisar cumprir a exigência mínima 
de 15 anos contribuição feita ao trabalhador urbano.

Aposentadoria especial: É um benefício concedido a algumas categorias de trabalhadores expostos a situações nocivas à saúde de forma contínua e ininterrupta. Ela reduz o tempo de contribuição exigido, a depender da categoria. Fazem parte dela os professores e policiais.


Bônus demográfico: É quando o número de pessoas com idade para contribuir supera o de idosos aptos a se aposentar, como tem sido no Brasil. Mas o país passa por uma transição demográfica, devido ao envelhecimento de sua população. Segundo o IBGE, a relação de dependência no Brasil (RDD) vai saltar dos 11% atuais para 36% até 2050. Para cada 100 adultos aptos a trabalhar, o país terá 36 idosos para sustentar.

Cálculo do valor da aposentadoria: Para os trabalhadores Regime Geral, os do setor privado, é feito com base em uma média de 80% de todas contribuições de maior valor feitas pelo trabalhador ao longo da vida.

Déficit da Previdência: É quando o total arrecadado pelas contribuições é inferior ao total de benefícios pagos aos segurados. A previsão é que as contas da Previdência tenham rombo de R$ 308 bilhões em 2019, dos quais R$ 218 bilhões são do Regime Geral (INSS) e o restante, do Regime Próprio (servidores públicos).

Fator previdenciário: É um mecanismo que permite se aposentar por tempo de contribuição (35 anos para homens e 30 para mulheres). No entanto, ele reduz o valor da aposentadoria. A fórmula, criada em 1999, se baseia na idade do trabalhador, tempo de contribuição e expectativa de sobrevida. Quanto menor a idade no momento da aposentadoria, maior é a redução do benefício.

Fórmula 86/96: Regra em vigor para conseguir se aposentar sem o desconto do fator previdenciário. Em 2019, para obter o benefício integral, a soma da idade com o tempo de contribuição para as mulheres deve ser de pelo menos 86 anos e no caso dos homens, de 96. Esta pontuação vem aumentando, o que torna mais difícil o acesso à aposentadoria. Em dezembro de 2026, serão 5 pontos a mais – com as mulheres precisando de 90 pontos e os homens, de 100.


INSS (Instituto Nacional do Seguro Social): É o órgão que administra o dinheiro da Previdência Social. As contribuições ao INSS pagam os benefícios de quem já é aposentado – funciona como uma conta corrente, onde o dinheiro que sai é o mesmo que entra. O INSS também paga todos os beneficiários do sistema: aposentadorias, pensão por morte, auxílio-doença etc.

Militares: Um militar alcança a reserva depois de 30 anos de contribuição, no caso de homens ou mulheres, sem necessidade de idade mínima.

Modelo de repartição: Sistema no qual o trabalhador que contribui para a Previdência paga os benefícios de quem já está aposentado. Uma geração financia a aposentadoria da próxima e o governo cobre o que faltar. É o modelo em vigor no Brasil.

Regime Geral da Previdência Social (RGPS): É o sistema de previdência dos trabalhadores urbanos e rurais do setor privado, que é administrado pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Não inclui os funcionários públicos.

Regime Próprio de Previdência Social (RPPS): A previdência dos servidores públicos da União. Tem regras próprias e é totalmente desvinculado da Previdência Social, dos trabalhadores privados. Parte desse sistema é bancado pelas contribuições dos próprios servidores, e outra pelo governo. Os estados também tem seus próprios regimes, separados da União.

Os servidores podem se aposenta com tempo mínimo de 10 anos de exercício no serviço público e 5 anos em cargo efetivo em que se aposentará. Precisam ter 60 anos de idade e 35 de contribuição, se homem, e 55 anos de idade e 30 de contribuição, se mulher, com proventos integrais; ou 65 anos de idade, se homem, e 60 anos de idade, se mulher, com proventos proporcionais.

Teto do INSS: É o valor máximo pago pela Previdência aos segurados do Regime Geral. Em 2018, o teto do INSS foi fixado em R$ R$ 5.645,80. As aposentadorias com valor acima do salário mínimo são corrigidas pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).


Propostas em discussão

Idade mínima de aposentadoria: É a idade a partir da qual uma pessoa poderá pedir a aposentadoria. 
A ideia do atual governo em sua proposta a ser apresentada ao Congresso é elevar a idade mínima para 65 (homens) e 62 (mulheres). 
Hoje, não há idade mínima para se aposentar – é possível se aposentar por tempo de contribuição mas, nesse caso, o valor do benefício é reduzido pelo fator previdenciário.

Modelo de capitalização: A capitalização é uma espécie de poupança que o trabalhador faz para garantir a aposentadoria no futuro. Cada trabalhador financia sua própria aposentadoria por depósitos em uma conta individual. O dinheiro é investido individualmente. O modelo deverá ser sugerido na proposta de reforma da Previdência do governo Bolsonaro.

Regra de transição: Ela foi proposta na reforma do ex-presidente Michel Temer, que não chegou a ser aprovada. A ideia é criar uma idade mínima progressiva, que prevê sua implantação de forma gradual, até chegar a uma idade definitiva, 20 anos após a entrada em vigor da reforma. Ela serve para amenizar o impacto da reforma para quem está mais próximo de se aposentar. O governo Bolsonaro deve apresentar uma regra de transição de 12 anos até chegar à idade mínima da aposentadoria.

Servidores e militares: regras para esses setores também podem mudar, e podem ser adequadas aos parâmetros do RGPS. Nenhuma medida, no entanto, foi apresentada até agora.

PREVIDÊNCIA SOCIAL

fonte:  g1.globo 

"riscos de uma batida na cabeça"

pyxy: filminho massa...

Posted by edilene brandao da silva at 12:43 1 Comment






















Moto G6 vs Galaxy J7 Duo: comparativo traz ficha técnica de celulares



Moto G6 vs Galaxy J7 Duo: comparativo traz ficha técnica de celulares

Câmera dupla 
marca presença em 
smartphones intermediários. 

Diferença de preço é de R$ 100.








O Moto G6 e o Galaxy J7 Duo 
disputam a 
preferência de usuários 
que procuram celulares 
com bom desempenho 
sem gastar muito. 

Com preços competitivos 
e fichas técnicas semelhantes
os dois smartphones 
se destacam pela 
câmera traseira
mas trazem diferenças 
quando se trata da 
tela com bordas finas.

O telefone da Motorola é encontrado por R$ 1.299, enquanto o da Samsung é visto por R$ 1.199. 

Confira o comparativo a seguir e conheça as semelhanças e diferenças entre os lançamentos de 2018.


Moto G6: conheça a ficha técnica e preço dos modelos no Brasil



Design e construção

O Moto G6 traz características de smartphones premium, como o corpo mais alongado
A traseira é reflexiva
no entanto, fazendo com que 
as marcas de dedo sejam constantes nesse material. 

O celular é encontrado apenas na cor índigo, uma espécie de azul escuro.

Em contrapartida, o Galaxy J7 Duo
segue 
o design tradicional da Samsung
com botões e leitor de impressões digitais 
na parte frontal
O smartphone é vendido na cor preta e dourada.



Galaxy J7 Duo segue design tradicional da Samsung 
(Foto: Divulgação/Motorola)



Tela

Um dos destaques no lançamento, 
o Moto G6 
traz tela de 5,7 polegadas 
em proporção 18:9. 
A resolução é Full HD+ (2160 x 1080 pixels), 
com densidade de 424 pixels por polegada (ppi), 
capaz de entregar imagens com boa definição.

Ao contrário, o Galaxy J7 Duo 
segue o formato 16:9 e tem 5,5 polegadas 
com resolução HD (1280 x 720 pixels). 
Ele não deve impressionar em vídeos 
pois tem densidade de apenas 267 ppi. 
A tecnologia do display é a Super AMOLED, 
conhecida por exibir imagens com cores vibrantes.

Moto G6 tem display de 5,7 polegadas 
(Foto: Thássius Veloso / TechTudo) 




Câmera

Ambos contam com 
câmera traseira dupla 
e são capazes de 
tirar fotos no modo retrato – também conhecido como efeito bokeh

Dessa forma, é possível produzir imagens 
com o fundo desfocando, 
priorizando o objeto principal.

No Moto G6
os sensores contam com resolução de 12 e 5 megapixels e 
aberturas de f/1.8 e f/2.2, 
enquanto o Galaxy J7 Duo 
traz câmeras de 13 MP e 5 MP 
com abertura de f/1.9 em ambas.

Para selfies, os dois celulares têm sensor de 8 MP.

Na prática
os dois celulares 
podem capturar fotos de boa qualidade, 
mesmo em ambientes de baixa iluminação.

Galaxy J7 Duo tem câmera traseira dupla (Foto: Divulgação/Samsung)


Processador, 
memória RAM 

armazenamento

Tanto o Moto G6 quanto o Galaxy J7 Duo contam com especificações modestas, 
mas que prometem entregar desempenho razoável nas tarefas diárias. 
A memória RAM de 3 GB 
é a mesma para ambos, 
mas os processadores 
são diferentes
enquanto o celular da Motorola traz 
o Snapdragon 450, da Qualcomm
com 8 núcleos rodando a 1,8 GHz
a Samsung opta por 
chip de fabricação própria 
com 8 núcleos e velocidade 
de até 1,6 GHz.

O armazenamento é outro ponto incomum entre ambos. 

A Motorola disponibiliza duas variantes do Moto G6, 
de 32 GB e 64 GB. 
Já o Galaxy J2 Duo tem apenas uma única opção, 
de 32 GB. 
Ambos suportam cartão de memória microSD.

Moto G6 sai de fábrica 
com o processador Snapdragon 450, 
octa-core de até 1,8 GHz de velocidade (Foto: Thássius Veloso/TechTudo) 




Bateria

A capacidade de bateria é igual nos dois celulares: 3.000 mAh. 

De acordo com a Samsung, o Galaxy J7 Duo 
rende até 13 horas de uso direto com a internet 4G ligada, 
enquanto a Motorola promete um dia inteiro longe da tomada. 
O Moto G6 também conta com o 
carregador TurboPower
que traz oito horas de carga em apenas 15 minutos 
na tomada, segundo a fabricante.

Versão do Android

A Motorola é conhecida por lançar celulares com poucas alterações na interface do Android
o que, na teoria, 
pode garantir melhor desempenho. 

O Moto G6 
sai de fábrica com a versão mais recente do sistema operacional do Google, 
o Android O
e já tem atualização confirmada para o Android P.


Ao contrário da rival, a 
Samsung 
é conhecida por personalizar o sistema operacional, com a interface conhecida como Samsung Experience. O celular também vem com Android O de fábrica, 
mas ainda não existem informações sobre futuras atualizações.


Galaxy J7 Duo tem versão do Android Oreo customizada pela Samsung (Foto: Divulgação / Samsung)


Recursos extras

Ambos os telefones contam com 
leitor de impressões digitais
suportam dois chips 

– nos celulares da Samsung
a tecnologia é conhecida como Duos

O Moto G6 traz recursos conhecidos da Motorola
como o Moto Tela
quer permite ver notificações mesmo com a tela desligada.

O Galaxy J7 Duo se destaca pelo 
reconhecimento facial
o Dual Messenger
ferramenta capaz de duplicar mensageiros, 
como WhatsApp e Telegram
rodar duas contas no mesmo smartphone 
ao mesmo tempo.

Preço

Vendido no site da Motorola por R$ 1.299, o Moto G6 pode ser encontrado por cerca de R$ 960 em lojas virtuais

O Galaxy J7 Duo é vendido por aproximadamente R$ 1.079 no comércio eletrônico, 
contra R$ 1.199 na loja oficial da Samsung.

Ficha técnica Moto G6 e Galaxy J7 Duo
Ficha técnica Moto G6 e Galaxy J7 Duo
EspecificaçõesMoto G6Galaxy J7 Duo
LançamentoAbril de 2018Maio de 2018
PreçoR$ 1.299R$ 1.199
Sistema operacionalAndroid 8 OreoAndroid 8 Oreo
Tela5,7 polegadas5,5 polegadas
Resolução de telaFull HD+ (2160 x 1080 pixels)HD (1280 x 720 pixels)
ProcessadorSnapdragon 450 (octa-core de 1,8 GHz)octa-core de 1,6 GHz
Memória RAM3 GB3 GB
Armazenamento32 GB32 GB
microSDSim, até 128 GBSim, até 256 GB
Câmera traseiraDupla de 12 MPDupla de 13 MP
Câmera frontal8 MP8 MP
Bateria3.000 mAh (com TurboPower)3.000 mAh
Dimensões e peso153,7 x 72,3 x 8,3 mm; 162,5 g153,5 mm x 77,2 mm x 8,2 mm; 174 g
CoresÍndigoPreto e dourado
Fonte: Motorola e Samsung




SAIBA MAIS
O que muda no Galaxy A6 Plus: saiba diferenças em relação ao Galaxy A5 (2017)








fonte:  techtudo 

►receba , grátis, em seu e-mail, nossas notícias◄

pão caseiro de sal Tia Marica











.:. http://buscaspopulares.blogspot.com.br/ ...Apagar e Colocar o Título aqui ...confira em : buscas populares  |APAGAR E ESCREVER TEXT AQUI|
.:.
              Пост!
o ooOAdicione sua URL no Google, e apareça nas buscas

 ...
... Subscribe to RSS headline updates from: 
Subscribe to Buscas Populares by Email
parcerias:
banner 
120x60
nosso  
  banner:
 

Seguir por e-mail

Recent Articles

Arquivo

contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

marcadores

Translate

estatísticas

início▼

Recent News

dicas

back to top
||Пост!