Pesquisar

Mostrando postagens com marcador tablets. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador tablets. Mostrar todas as postagens

Moto G6 vs Galaxy J7 Duo: comparativo traz ficha técnica de celulares



Moto G6 vs Galaxy J7 Duo: comparativo traz ficha técnica de celulares

Câmera dupla 
marca presença em 
smartphones intermediários. 

Diferença de preço é de R$ 100.








O Moto G6 e o Galaxy J7 Duo 
disputam a 
preferência de usuários 
que procuram celulares 
com bom desempenho 
sem gastar muito. 

Com preços competitivos 
e fichas técnicas semelhantes
os dois smartphones 
se destacam pela 
câmera traseira
mas trazem diferenças 
quando se trata da 
tela com bordas finas.

O telefone da Motorola é encontrado por R$ 1.299, enquanto o da Samsung é visto por R$ 1.199. 

Confira o comparativo a seguir e conheça as semelhanças e diferenças entre os lançamentos de 2018.


Moto G6: conheça a ficha técnica e preço dos modelos no Brasil



Design e construção

O Moto G6 traz características de smartphones premium, como o corpo mais alongado
A traseira é reflexiva
no entanto, fazendo com que 
as marcas de dedo sejam constantes nesse material. 

O celular é encontrado apenas na cor índigo, uma espécie de azul escuro.

Em contrapartida, o Galaxy J7 Duo
segue 
o design tradicional da Samsung
com botões e leitor de impressões digitais 
na parte frontal
O smartphone é vendido na cor preta e dourada.



Galaxy J7 Duo segue design tradicional da Samsung 
(Foto: Divulgação/Motorola)



Tela

Um dos destaques no lançamento, 
o Moto G6 
traz tela de 5,7 polegadas 
em proporção 18:9. 
A resolução é Full HD+ (2160 x 1080 pixels), 
com densidade de 424 pixels por polegada (ppi), 
capaz de entregar imagens com boa definição.

Ao contrário, o Galaxy J7 Duo 
segue o formato 16:9 e tem 5,5 polegadas 
com resolução HD (1280 x 720 pixels). 
Ele não deve impressionar em vídeos 
pois tem densidade de apenas 267 ppi. 
A tecnologia do display é a Super AMOLED, 
conhecida por exibir imagens com cores vibrantes.

Moto G6 tem display de 5,7 polegadas 
(Foto: Thássius Veloso / TechTudo) 




Câmera

Ambos contam com 
câmera traseira dupla 
e são capazes de 
tirar fotos no modo retrato – também conhecido como efeito bokeh

Dessa forma, é possível produzir imagens 
com o fundo desfocando, 
priorizando o objeto principal.

No Moto G6
os sensores contam com resolução de 12 e 5 megapixels e 
aberturas de f/1.8 e f/2.2, 
enquanto o Galaxy J7 Duo 
traz câmeras de 13 MP e 5 MP 
com abertura de f/1.9 em ambas.

Para selfies, os dois celulares têm sensor de 8 MP.

Na prática
os dois celulares 
podem capturar fotos de boa qualidade, 
mesmo em ambientes de baixa iluminação.

Galaxy J7 Duo tem câmera traseira dupla (Foto: Divulgação/Samsung)


Processador, 
memória RAM 

armazenamento

Tanto o Moto G6 quanto o Galaxy J7 Duo contam com especificações modestas, 
mas que prometem entregar desempenho razoável nas tarefas diárias. 
A memória RAM de 3 GB 
é a mesma para ambos, 
mas os processadores 
são diferentes
enquanto o celular da Motorola traz 
o Snapdragon 450, da Qualcomm
com 8 núcleos rodando a 1,8 GHz
a Samsung opta por 
chip de fabricação própria 
com 8 núcleos e velocidade 
de até 1,6 GHz.

O armazenamento é outro ponto incomum entre ambos. 

A Motorola disponibiliza duas variantes do Moto G6, 
de 32 GB e 64 GB. 
Já o Galaxy J2 Duo tem apenas uma única opção, 
de 32 GB. 
Ambos suportam cartão de memória microSD.

Moto G6 sai de fábrica 
com o processador Snapdragon 450, 
octa-core de até 1,8 GHz de velocidade (Foto: Thássius Veloso/TechTudo) 




Bateria

A capacidade de bateria é igual nos dois celulares: 3.000 mAh. 

De acordo com a Samsung, o Galaxy J7 Duo 
rende até 13 horas de uso direto com a internet 4G ligada, 
enquanto a Motorola promete um dia inteiro longe da tomada. 
O Moto G6 também conta com o 
carregador TurboPower
que traz oito horas de carga em apenas 15 minutos 
na tomada, segundo a fabricante.

Versão do Android

A Motorola é conhecida por lançar celulares com poucas alterações na interface do Android
o que, na teoria, 
pode garantir melhor desempenho. 

O Moto G6 
sai de fábrica com a versão mais recente do sistema operacional do Google, 
o Android O
e já tem atualização confirmada para o Android P.


Ao contrário da rival, a 
Samsung 
é conhecida por personalizar o sistema operacional, com a interface conhecida como Samsung Experience. O celular também vem com Android O de fábrica, 
mas ainda não existem informações sobre futuras atualizações.


Galaxy J7 Duo tem versão do Android Oreo customizada pela Samsung (Foto: Divulgação / Samsung)


Recursos extras

Ambos os telefones contam com 
leitor de impressões digitais
suportam dois chips 

– nos celulares da Samsung
a tecnologia é conhecida como Duos

O Moto G6 traz recursos conhecidos da Motorola
como o Moto Tela
quer permite ver notificações mesmo com a tela desligada.

O Galaxy J7 Duo se destaca pelo 
reconhecimento facial
o Dual Messenger
ferramenta capaz de duplicar mensageiros, 
como WhatsApp e Telegram
rodar duas contas no mesmo smartphone 
ao mesmo tempo.

Preço

Vendido no site da Motorola por R$ 1.299, o Moto G6 pode ser encontrado por cerca de R$ 960 em lojas virtuais

O Galaxy J7 Duo é vendido por aproximadamente R$ 1.079 no comércio eletrônico, 
contra R$ 1.199 na loja oficial da Samsung.

Ficha técnica Moto G6 e Galaxy J7 Duo
Ficha técnica Moto G6 e Galaxy J7 Duo
EspecificaçõesMoto G6Galaxy J7 Duo
LançamentoAbril de 2018Maio de 2018
PreçoR$ 1.299R$ 1.199
Sistema operacionalAndroid 8 OreoAndroid 8 Oreo
Tela5,7 polegadas5,5 polegadas
Resolução de telaFull HD+ (2160 x 1080 pixels)HD (1280 x 720 pixels)
ProcessadorSnapdragon 450 (octa-core de 1,8 GHz)octa-core de 1,6 GHz
Memória RAM3 GB3 GB
Armazenamento32 GB32 GB
microSDSim, até 128 GBSim, até 256 GB
Câmera traseiraDupla de 12 MPDupla de 13 MP
Câmera frontal8 MP8 MP
Bateria3.000 mAh (com TurboPower)3.000 mAh
Dimensões e peso153,7 x 72,3 x 8,3 mm; 162,5 g153,5 mm x 77,2 mm x 8,2 mm; 174 g
CoresÍndigoPreto e dourado
Fonte: Motorola e Samsung




SAIBA MAIS
O que muda no Galaxy A6 Plus: saiba diferenças em relação ao Galaxy A5 (2017)








fonte:  techtudo 

Microsoft compra a rede social LinkedIn por US$ 26,2 bilhões... ...confira em : buscas populares



















http://buscaspopulares.blogspot.com.br/


Dona do Windows adquire empresa com 433 milhões de usuários. 
Valor supera o da Nokia, Skype e Mojang e é o maior já pago pela Microsoft.


Do G1, em São Paulo
Jeff Weinder, CEO do Linkedni, Satya Nadella, CEO da Microsoft, e Reid Hoffman, cofundador do LinkedIn. (Foto: Divulgação/Microsoft)


















A Microsoft anunciou nesta segunda-feira (13) a compra do Linkedin, rede social para contatos profissionais, por US$ 26,2 bilhões.
A dona do Windows concordou em pagar US$ 196 por ação do site de relacionamento corporativo.
O atual presidente-executivo do LinkedIn, Jeff Weiner, continuará à frente da empresa e se reportará a Satya Nadella, presidente-executivo da Microsoft. Ele e Reid Hoffman, presidente do conselho, cofundador e sócio controlador, ajudarão na transição. A expectativa é que o processo seja encerrado ainda este ano.
O LinkedIn será incorporado ao segmento de Produtividade e Processos de Negócios da Microsoft.
A aquisição é uma das mais caras da história da Microsoft, considerando os valores nominais dos negócios cujos termos foram anunciados. A maior transação até agora havia sido a compra do Skype, em 2011, por US$ 8,5 bilhões. Em seguida, surgem as compras da Nokia, por US$ 7,18 bilhões, em 2013; da aQuantive, em US$ 6,4 bilhões, em 2007; e da Mojang, criadora do game “Minecraft”, por US$ 2,5 bilhões, em 2014.
  •  

O histórico da Microsoft com aquisições tem gerado dor de cabeça financeira. A transação da aQuantive, empresa de publicidade de internet, feita para competir com o Google rendeu à empresa o primeiro prejuízo de sua história em 2012 – para equilibrar as perdas, a companhia teve de registrar uma baixa contábil de US$ 6,3 bilhões.
O segundo prejuízo da história veio em 2015 com outra baixa contábil, dessa vez de US$ 7,5 bilhões, por conta da Nokia.
LinkedIn


A rede social possui 433 milhões de usuários em todo o mundo e recebe 105 milhões e visitas por mês. O uso se concentra em aparelhos móveis –60% do fluxo vêm de smartphones e tablets. Segundo as duas empresas, há 7 milhões de listas de empregos ativas no LinkedIn.
“O time do LinkedIn criou um negócio fantástico focado em conectar os profissionais do mundo”, afirmou Nadella. “Juntos, nós podemos acelerar o crescimento do LinkedIn, assim como o do Microsoft Office 365 e Dynamics, à medida que procuramos emponderar cada pessoa e organização do planeta.”
“Nos últimos 13 anos, nós nos posicionamos unicamente para conectar profissionais e fazê-los mais produtivos e bem sucedidos”, afirma Weinder. “Assim como nós mudamos o jeito como o mundo se conecta a uma oportunidade, esse relacionamento como a Microsoft e a combinação da nuvem dela e da rede do LinkedIn nos dá uma chance de também mudar o jeito como o mundo funciona.”
Vazamento de dados e 'Era pós-PC'


O LinkedIn vive um momento em que, por um lado tenta consolidar sua relevância, e por outro, lida com o fantasma do vazamento de dados pessoais de seus usuários voltou a assombrar. Uma falha de 2012 permitiu que invasores conseguissem um pacote de 6,5 milhões de credenciais de acesso. Em maio deste ano, no entanto, esse conjunto de informações ressurgiu novamente na internet, mas, dessa vez, muito maior. Continha 167 milhões de combinações entre login de acesso e senha.
O volume de credenciais era vendido na internet por preços que variavam conforme a demanda. O valor inicial era de US$ 2,2 mil.
A suspeita é que a exposição dessas senhas seja o motivo principal para uma onda de invasão de perfis em redes sociais de personalidades, como Mark Zuckerberg, presidente-executivo do Facebook, e Keith Richards, guitarrista dos Rolling Stones.
Já a Microsoft tenta emplacar o Windows 10 como um sistema operacional capaz de executar tarefas comuns a computadores quanto a dispositivos móveis. Líder em softwares para computadores, essa é a iniciativa da empresa para entrar de vez na “Era Pós-PC”, inaugurada com o advento do smartphone e o crescimento de empresas como o Google.


saiba mais:
tópicos:
fonte: Do G1, em São Paulo


 ...

...
Subscribe to RSS headline updates from: Subscribe to Buscas Populares by Email

Seguir por e-mail

Recent Articles

Arquivo

contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

marcadores

Translate

estatísticas

início▼

Recent News

dicas

back to top
||Пост!